Páginas

terça-feira, 30 de junho de 2009

DICA CULTURAL: Livro sobre gestão de Comunicação - Paulinas

Por um gestor de Comunicação mais compromissado com a sociedade e a cultura de nosso tempo

Eis uma proposta para se formar um gestor de comunicação capaz de se distanciar do deslumbramento tecnológico para ver além das tecnologias concretas e para perceber a tecnicidade social homegeneizante de hoje.

Por que e para que é necessário um novo profissional da comunicação? Esta dupla pergunta implícita subjaz ao longo dos capítulos do livro Gestão e Comunicação - Epistemologia e pesquisa teórica, organizado pelas professoras Maria Aparecida Baccega e Maria Cristina Castilho Costa, e lançado por Paulinas Editora. De maneira conjunta e em uma tentativa séria no caminho dessa necessária e urgente “refundação” do campo acadêmico da Comunicação, pesquisadores da Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo (ECA-USP) se deram à tarefa de refletir crítica, ordenada e criativamente sobre esse campo, que vai se tornando não crítico, desordenado e redundante. A resposta chega, assim, de diversos ângulos. Os primeiros capítulos enfatizam os porquês do surgimento desse novo perfil; em seguida, sublinham alguns “para quê” e “como” da formação desse gestor de processos comunicacionais.


O grupo descreve as características desse novo profissional: um gestor da comunicação, que, nas palavras do professor e pesquisador Guillermo Orozco Gómez, “se libere do deslumbramento tecnológico para ver além das tecnologias concretas; que seja capaz de construir um compromisso não meramente instrumental, e sim político-cultural e educativo com a sociedade, com a comunicação e a cultura de seu tempo; que não se forme em áreas de estudos compartimentadas, fragmentadas, que obedecem aos imperativos da eficiência mercantil, mas formado em convergências, em cruzamentos disciplinares e metodológicos, reflexivo e analítico, capaz de integrar, avaliar e, sobretudo, fundamentar suas ações na sociedade e a partir dela”.


Além das propostas e discussões particulares que arejam o pensamento comunicacional, a obra constitui uma aposta na mudança, fortalecendo a convicção de que é possível consegui-la, já que desenha rotas críticas por meio das quais se vai fazendo a realidade. A mudança proposta supõe rupturas epistemológicas, teóricas e metodológiccas, sobretudo em três intersecções: comunicação-política, comunicação-cultura e comunicação-educação. Por sua relevância multidisciplinar, o livro é recomendado para profissionais e acadêmicos das Ciências da Comunicação em geral, com ênfase em linguagem e educação, e leitura complementar a várias disciplinas da área comunicacional.Título: Gestão da Comunicação - Epistemologia e pesquisa teóricaOrgs.: Maria Aparecida Baccega e Maria Cristina Castilho CostaColeção: Comunicação & CulturaPágs.: 224Preço: R$ 29,00Código: 514896ISBN: 9788535624472


Sala de Imprensa Paulinas Editora Joana Fátima, Taís González e Roberta Molina

imprensasaladeimprensa@paulinas.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário

CRIATIVIDADE E TALENTOS